São Silvestre 2009: Inscrições Estão Abertas

Amigos Corredores,

Estão abertas, desde 17 de agosto, as inscrições para a mais famosa corrida brasileira, a Corrida Internacional de São Silvestre. Em 2009 a São Silvestre chega a sua 85ª edição. Essa tradicional prova paulista, que ocorre sempre no dia 31 de dezembro, deve contar com 20.000 corredores, segundo os organizadores.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.saosilvestre.com.br/2009, que por sinal foi remodelado esse ano. Outra novidade é que agora você pode acompanhar as notícias e novidades da São Silvestre pelo Twitter através do endereço www.twitter.com/sao_silvestre.

Para garantir um lugar nessa corrida é bom correr para a inscrição. Corra mesmo, pois as vagas esgotam muito rápido, devido a fama desta prova. As inscrições ficam abertas até 30 de novembro ou até encerrarem as vagas.

O preço está salgado. Até 30 de agosto, o preço da inscrição é de R$75, até 30 de setembro o preço fica em R$80 e daí para frente a inscrição sobe para absurdos R$90.

Atendendo ao Estatuto do Idoso, a São Silvestre disponibilizará aos atletas acima de 60 (sessenta) anos, o desconto de 50% de desconto no valor da inscrição. O competidor somente poderá usufruir deste benefício se fizer a inscrição exclusivamente pelo site do evento, bem como fizer a retirada do “kit” pessoalmente, com documento que comprove sua idade.

Percurso da Corrida de São Silvestre

Percurso da Corrida de São Silvestre

A largada será no dia 31 de dezembro as 16h30 para o pelotão de elite feminino. Quinze minutos depois, larga o pelotão de elite masculino. O percurso de 15 km da Corrida será o mesmo do ano anterior, passando por lugares históricos da cidade de São Paulo, como a Avenida Paulista, a Rua da Consolação, Praça Princesa Isabel, as Avenidas Ipiranga e São João, Largo São Francisco, Teatro Municipal e Viaduto do Chá, além da temida subida da Avenida Brigadeiro Luis Antônio.

Na edição de 2008, o queniano James Kipsang e a etíope Yimer Wude ficaram com o título. Pelo Brasil, Fabiana Cristine da Silva fez bonito na disputa feminina, enquanto Raimundo Nonato foi o melhor brasileiro ao chegar em sétimo lugar.

Apesar do custo alto essa corrida é única e participar dela é o sonho de muito gente. Eu mesmo fiquei muito feliz de correr pela primeira vez a São Silvestre em 2008. Embora não tenha certeza se estarei em São Paulo na virada do ano, vou correndo me inscrever para garantir o lugar e o desconto.

Conheça a história da Corrida Internacional de São Silvestre.

Calendário de Corridas de Rua em Brasília (DF) em 2009

Calendário das Corridas de Rua em Brasília em 2009

Amigos Corredores,

Ampliando mais uma vez o calendário 2009 de corridas de rua do PodCorrer, chegou a vez da capital do Brasil, a gloriosa cidade de Brasília, berço de grandes corredores brasileiros.

Conto com a ajuda dos brasilienses para manter o calendário em dia em sem erros, ok?

Boas corridas a todos!

Agosto 2009
30/08 – 18ª Corrida dos Advogados – 5 e 10 Km
30/08 – 1ª Corrida Viva Bem Caixa Seguros – 5 e 10 Km
30/08 – 7ª Corrida Duque de Caxias – 5 e 10 Km

Setembro 2009
13/09 – 5ª Corrida dos Fuzileiros Navais – 10 Km
20/09 – Circuito das Estações / Primavera – 5 e 10 Km
27/09 – Super 40 – 40 Km (revezamento)

Outubro 2009
04/10 – 19ª Corrida das Pontes – 10 Km
11/10 – Corrida Viva Feliz Brasília – 5 e 10 Km
18/10 – Track&Field Run Series – 5 e 10 Km
25/10 – Ayrton Senna Racing Day – 42 Km (revezamento)

Novembro 2009
08/11 – Mizuno 10 Milhas – 16 Km
22/11 – Circuito de Corridas da Caixa – 5 e 10 Km
29/11 – Circuito das Estações / Verão – 5 e 10 Km

Dezembro 2009
06/12 – Cruzeiro Running 2009 – 5 e 10 Km
13/12 – 9ª Corrida da República – 10 Km

Este post será atualizado sempre que houver novas confirmações ou alterações.

Sugiro confirmar a sua inscrição pelo menos um mês antes da prova. A maior parte das corridas tem esgotado suas vagas rapidamente.

Caso saiba de alguma corrida que não consta nesta lista ou encontre algum dado errado, por favor, envie-me as informações por e-mail (fortes@podcorrer.com) ou através do formulário de contato.

Puma Lança o Tênis Mais Leve do Mundo: Puma Lift

Amigos Corredores,

Não sei se vocês são como eu, mas fico doidinho com novos lançamentos de tênis de corrida. Principalmente se eles trazem alguma novidade em termos de tecnologia.

Hoje fiquei sabendo sobre o lançamento de uma nova linha de tênis de corrida da Puma. Trata-se do Puma Lift, uma linha ergonômica, de alta tecnologia e proteção, que promete misturar funcionalidade e estilo.

Puma Lift - Leveza em apenas 179 gramas

Puma Lift - Leveza em apenas 179 gramas

A principal característica desse tênis é a sua leveza. A Puma está divulgando em suas campanhas que este é o tênis mais leve do mundo na sua categoria, com apenas 179 gramas. Essa leveza é conquistada com a remoção de todos os materiais em excesso, criando assim produtos leves, ergonômicos, sem atrito e respiráveis.

Os tênis LIFT serão vendidos no Brasil, exclusivamente, nas lojas Centauro, enquanto os outros produtos da coleção poderão ser encontrados em todas as PUMA Stores.

Para divulgar a sua linha de tênis Lift a Puma criou um site com um concurso cultural que dará prêmios. Respondendo a pergunta “O que é ser lift (leve) para você?”, você poderá ganhar kits de produtos Puma Lift, caso sua frase seja uma das 10 escolhidas. A promoção vai até 20/09/2009. Para participar e concorrer aos prêmios visite o site: www.pumalift.com.br

Além disso, a Puma fez uma ação em pontos de venda bem integrada, colocando alguns modelos do tênis suspensos em balões de gás hélio.

Estou louco para por a mão num desses e dar uma corridinha para ver como é. Imagino que a leveza deve ser impressionante, principalmente para os treinos em pista.

Lesões Mais Comuns em Corredores

Uma das coisas que mais aterrorizam os corredores é a idéia de se machucar e ficar lesionado. Uma lesão no corredor implica em dar uma parada nos treinos. Isso já nos leva a pensar em aumento de peso, perda de condicionamento e a falta de endorfina.

Então, o melhor é já ficar sabendo quais são as principais lesões as quais os corredores estão expostos e se prevenir. Conheça agora as seis principais lesões que atacam os corredores, seus grupos de risco, sintomas, causas e dicas de prevenção.

Tendinite de Tendão de Aquiles:

  • O que é: inflamação no tendão que liga a panturrilha ao calcanhar.
  • Grupo de risco: homens com IMC (índice de massa corporal) maior que 25 e que corram com ritmo (pace) de 5’30″/Km ou mais rápido.
  • Causas: Em cada passada o tendão de Aquiles do corredor absorve um impacto equivalente a várias vezes o seu peso. Quanto mais pesado for o corredor e mais rápido correr, maior será o impacto no tendão.
  • Como prevenir: Fazer alongamento antes e depois das corridas, principalmente dos músculos da perna e panturrilha; evite correr em percurso com muitas subidas e aumentar drasticamente a quilometragem semanal dos seus treinos (recomenda-se aumentar 10% por semana).
Tendinite do Tendão de Aquiles

Tendinite do Tendão de Aquiles

Síndrome de Estresse Tibial Medial (Canelite):

  • O que é: dor e inchaço ao longo da parte frontal interna da perna (canela).
  • Grupo de risco: corredores com pisada pronada ou super pronada (o pé vira para dentro quando se pisa no solo).
  • Causas: O movimento fisiológico da pronação do pé, serve para dissipar as forças de reação do solo, para que o impacto seja reduzido. No entanto, quando ocorrer a pronação excessiva do pé, serão impostas forças de tração e compressão maiores sobre as unidades musculares relacionadas com a lesão (sóleo e tibial posterior).
  • Como prevenir: Usar tênis adequado para pisada pronadora. Fazer alongamento dos músculos das pernas antes e depois dos treinos. Fortalecer os músculos tibiais com exercícios de musculação apropriados.

Tendinite do Tendão Patelar (Joelho de Saltador):

  • O que é: dor na parte frontal do joelho (no tendão que une a rótula à canela).
  • Grupo de risco: homens com IMC (índice de massa corporal) maior que 25 ou que tenham jogado basquete ou outros esportes que exigem muitos saltos por muito tempo. Corredores que aumentam exageradamente a quilometragem dos treinos.
  • Causas: O tendão patelar permite a extensão da perna durante a corrida ou saltos, mas a repetição dos movimentos pode causar pequenas rupturas no tendão. Depois de vários anos de atividade e um aumento excessivo de quilometragem, o corpo pode sentir dificuldades em reparar essas rupturas. O peso excessivo do corredor acentuará a possibilidade de lesão.
  • Como prevenir: Manter o peso baixo. Fazer musculação com exercícios de fortalecimento (ex.: agachamento). Evitar aumento abrupto de quilometragem dos treinos (não mais do que 10% por semana).
Tendinite do Tendão Patelar

Tendinite do Tendão Patelar

Síndrome Patelo-Femoral  (dor no joelho):

  • O que é: dor e enrijecimento em torno da rótula.
  • Grupo de risco: mulheres que correm com ritmo (pace) de 6’00″/Km ou mais rápido.
  • Causas: Normalmente as rótulas deslizam suavemente pelas ranhuras na extremidade do fêmur (osso da coxa), mas nas mulheres, por possuírem articulações mais flexíveis do que os homens, existe uma probabilidade maior das rótulas desalinharem, provocando a dor no joelho. A dor tende a ser mais intensa em baixa velocidade.
  • Como prevenir: Fazer alongamento das pernas antes e depois dos treinos. Fazer fortalecimento dos quadríceps (coxas).
Síndrome Patelofemoral

Síndrome Patelofemoral

Síndrome da Banda Iliotibial (joelho de corredor):

  • O que é: inflamação da extremidade inferior da banda de fibras que passa pela parte externa da coxa atravessando o lado externo do joelho e se ligando à parte lateral de cima do osso da perna (tíbia), causando dor na lateral externa do joelho.
  • Grupo de risco: mulheres com IMC (índice de massa corporal) maior que 21 ou que façam treinos longos com mais de duas horas ou com muitas subidas.
  • Causas: O peso excessivo do corredor acarreta uma carga muito grande nos quadris e consequentemente mais pressão na banda iliotibial. Corridas longas promovem a fadiga nos músculos que ajudam na estabilização dos quadris femininos. Desta forma os quadris se movimentarão mais do que o normal a cada passada, estirando a banda iliotibial. Durante as subidas, os joelhos ficam mais tempo flexionados, sobrecarregando também a banda iliotibial.
  • Como prevenir: Fazer alongamento antes e depois dos treinos, principalmente dos músculos em volta da banda iliotibial.
Sindrome da Banda Iliotibial

Sindrome da Banda Iliotibial

Fasciíte Plantar:

  • O que é: inflamação no tecido ao longo da base do pé. É a causa mais comum das dores em calcanhares de adultos. Costuma ser pior logo ao acordar.
  • Grupo de risco: homens com mais de quarenta anos que tenham histórico desse tipo de problema na família.
  • Causas: O tecido da fáscea plantar nos homens é mais rígido e torna-se cada vez menos flexível com a idade. Os estudiosos do assunto acreditam que esse tipo de lesão tenha uma componente hereditária.
  • Como prevenir: Fazer alongamento dos pés e panturrilhas logo ao acordar.
Fasciíte Plantar

Fasciíte Plantar

Corridas de Rua em Setembro de 2009 em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro

Amigos Corredores,

Vejam as opções de corridas de rua para o mês de setembro de 2009 nas cidades que o PodCorrer está acompanhando os calendários: São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro.

Teremos uma boa variedade de corridas para participar. Somando as cinco capitais serão 17 corridas no mês de setembro de 2009, além da Maratona das Águas no Paraná. Para fazer a inscrição nas provas basta clicar nos links abaixo.

Meia Maratona das Pontes terá percurso passando pela Ponte Estaiada em SP

Meia Maratona das Pontes terá percurso passando pela Ponte Estaiada em SP

Como sempre, se souberem de alguma corrida que não foi citada aqui, mandem e-mail para mim no fortes@podcorrer.com ou deixe um comentário no post.

Escolha a sua corrida, concentre-se nos treinos e boa sorte!

Como estou me recuperando de uma lesão ainda estou com o calendário indefinido. Não sei se participarei de alguma prova neste mês. Fique por dentro do meu calendário na seção minhas próximas corridas.

Veja aqui o Calendário Completo de Corridas de Rua em 2009.

Corridas em São Paulo – Setembro de 2009
07/09 – 8º Troféu da Independência Carrefour Viver – 10 Km
13/09 – Corrida pela Paz – 3 e 8 Km
13/09 – Corrida de Rua São Miguel – 5 Km
20/09 – 17ª Maratona de Revezamento Pão de Açucar – 42 Km
27/09 – Corrida de Rua Jabaquara – 5 Km
27/09 – 1ª Meia Maratona das Pontes – 21 Km
27/09 – Circuito das Estações / Primavera Adidas 10K – 10 Km

Corridas no Rio de Janeiro – Setembro de 2009
06/09 – Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro – 21 Km

Corridas em Belo Horizonte – Setembro de 2009
13/09 – Circuito das Estações / Primavera Adidas 10K – 5 e 10 Km
20/09 – Running for Nature – Desafio das Matas – 8 Km
27/09 – Track & Field Run Series – 10 Km

Corridas em Porto Alegre – Setembro de 2009
13/09 – Corrida Aniversário da SOGIPA (3ª Etapa Circuito CORPA) – 10 Km e Revezamento
13/09 – Track & Field Run Series / Shopping Iguatemi – 10 Km
27/09 – Circuito de Corridas da Caixa – 5 e 10 Km

Corridas em Brasília – Setembro de 2009
13/09 – 5ª Corrida dos Fuzileiros Navais – 10 Km
20/09 – Circuito das Estações / Primavera – 5 e 10 Km
27/09 – Super 40 – 40 Km (revezamento)

Maratonas no Brasil – Setembro de 2009
27/09 – Maratona Internacional das Águas SESC-PR – Foz do Iguaçú

Estou Lesionado. E agora?

Amigos Corredores,

Devem ter percebido que andei meio sumido do PodCorrer nas últimas semanas. Bom, além dos motivos tradicionais (falta de tempo, muito trabalho, etc.) perdi bastante tempo com a migração do blog para o novo provedor. Mas o principal motivo foi que fiquei bastante desanimado com o fato de ter adquirido uma lesão que me afastou dos treinos e das corridas.

Deixem-me contar com mais detalhes. Depois da decepção inicial, estou convencido de que devo compartilhar com vocês essa fase, pois certamente muitos dos leitores do PodCorrer vão passar por isso e outros tantos já passaram e poderão ajudar.

Na minha última corrida que participei, as 10 Milhas Mizuno São Paulo, realizada em 2 de Agosto acordei tarde para a prova e fiquei bastante na dúvida se desistia ou não de participar. Resolvi ir, mas cheguei muito tarde, quase 10 minutos após o horário da largada. Foi o primeiro erro. Deveria ter desisitido.

Como não havia mais tempo, peguei o chip rapidamente e já comecei a correr. Sem nenhum aquecimento, nem alongamento. Erro número dois! Encarei os 16 Km e fui em frente. O terceiro erro foi ter feito a prova em ritmo rápido. Segui o embalo dos meus últimos resultados e fechei a prova com ritmo forte, para meu padrão. Esse foi o terceiro erro. Dezesseis quilômetros já é uma distância de respeito. Eu tratei como se fosse apenas mais uma prova de 10 Km. E por fim, o último erro: acabei a prova, não alonguei. Mal descansei e já sai da arena.

No dia seguinte estava sentindo algumas dores musculares que pareciam normais nas panturrilhas. Descansei na segunda-feira e voltei aos treinos na terça. Como sempre faço. Mas o treino foi diferente. Senti um aumento na tal dorzinha na panturrilha esquerda, e percebi que não era bem na panturrilha. Era mais embaixo, no terço inferior da perna, próximo ao tendão de aquiles.

No dia seguinte sentia dor até para caminhar e percebi que algo estava bem errado. Pelas minhas pesquisas, estava com uma tendinite do tendão de aquiles. Suspendi imediatamente os treinos, apliquei gelo e adesivos Salompas na região.

Esta semana visitei um traumatologista especializado em medicina esportiva para verificar exatamente o que estava ocorrendo. O meu diagnóstico preliminar estava correto. Era uma tendinite do tendão de Aquiles, também conhecida como tendinite do calcâneo. O médico constatou que meu tendão já está bem recuperado e que fiz muito bem em parar os treinos e aplicar gelo.

Nos dias seguintes, fui gradualmente voltando a treinar, mas somente treinos sem impacto. Por sorte, cerca de um mês atrás, comecei a treinar com uma assessoria esportiva. Sempre falei aqui da importância de um acompanhamento, mas acabei sendo auto-didata nos teinos de corria. Por volta de 15 de julho, após minha participação na etapa de Inverno do Circuito das Estações, procurei o pessoal da BR Esportes (www.bresportes.com) e fui muito bem recebido pelo treinador Alberto Bailoni e pelos seus colegas. Num post futuro vou contar melhor minha experiência com a assessoria, que tem sido muito boa. Mas o importante é que o Alberto foi me aconselhando com os melhores treinos após a lesão. Basicamente, temos focado em práticas que não gerem impacto para meu calcanhar. O objetivo é não perder o condicionamento físico continuando a prática de esportes enquanto o tendão se recupera. Estamos focando os treinos em aulas de spinning, bicicleta ergométrica, transport e caminhadas.

A estratégia deu muito resultado. Parei de sentir dor no último domingo (15/8). Esta semana toda já treinei totalmente sem dor, embora ainda não tenha tentado correr. Segundo a orientação do Dr. Marcelo (traumato) e do Alberto, vou seguir uma rotina de fisioterapia para fortalecimento dos tendões e voltar gradualmente o ritmo de treino de corrida. Ainda não sei exatamente quando volto, mas estou convencido que o melhor é não ter pressa e recuperar bem. Se tem uma coisa que desaprovo é ficar praticando esporte com dor ou prejudicando alguma parte do meu corpo. Pessoalmente, meu principal propósito em praticar esportes é sentir-me bem e saudável. Por isso, não adianta ter pressa.

Em função da lesão e da alteração nos treinos terei que mudar completamente a minha agenda de corridas, inclusive neste domingo havia me inscrito para o Troféu Duque de Caxias, da Corpore mas não poderei participar. Estou replanejando meu calendário de corridas.

Aprendi bastante coisa durante esta lesão. Principalmente que devemos controlar o emocional. Nos primeiros dias fiquei muito chateado e deprimido com a situação. Pensava que nunca mais poderia voltar a correr. Mas é importante dar a volta por cima. Depois pensei: “vou aproveitar essa fase para focar nos treinos que não estava conseguindo fazer por estar priorizando as corridas. Exemplo: musculação mais focada, spinning (que adoro), natação, etc…). Aprendi também que é importante perder peso para não forçar o corpo nas corridas, e que o aumento de velocidade deve ser gradual para evitar esforço excessivo. E o principal: SEMPRE devemos alongar, aquecer/desaquecer antes e depois das corridas.

Ao longo dos próximos post vou contando como esta evoluíndo a lesão e vou dar uma pesquisada sobre os vários tipos de lesões de corredores para compartilhar com vocês.

Até a próxima!

Fortes

Maratona do Mundial de Berlim: Marílson termina em 16º, Adriano em 19º e José de Souza em 23º

A esperança de um pódio brasileiro no 12º Mundial de Atletismo de Berlim está cada vez menor. Neste penúltimo dia de campeonato, apesar de improvável, exisitia uma pontinha de esperança de que o maratonista Marílson Gomes dos Santos (32 anos), bi-campeão da Maratona de Nova York, chegasse entre os três primeiros.

Mas o percurso da Maratona de Berlim é bem rápido e os quenianos estavam lá. Deu dobradinha do Quênia no pódio. Abel Kirui (27 anos) levou a medalha de ouro com 2h06m54s, seguido do compatriota Emmanuel Mutai (25 anos) com 2h07m48s. A medalha de bronze ficou para o etíope Tsegay Kebede (22 anos) que marcou o tempo de 2h08m35s.

Maratona do Mundial de Berlim 2009

Maratona do Mundial de Berlim 2009

Os três brasileiros que disputavam a prova chegaram. O melhor colocado foi o Marílson em 16º lugar com 2h15h13s, o seu melhor tempo nessa temporada. Adriano Bastos (31 anos), que foi convidado de última hora para participar do Mundial, chegou em 19º e estabeleceu o melhor tempo de toda sua carreira fechando a prova em 2h15m39s. José de Souza (38 anos) chegou em 23º lugar concluíndo o percurso em 2h16m40s.

Depois da prova, Marílson não se mostrava satisfeito, mas totalmente resignado com o resultado. “Até a metade do percurso, eu estava indo bem. Quando os africanos arrancaram, senti muitas dores musculares. Não fiz a prova que estava esperando. Pensava em melhorar meu recorde pessoal. Estava no ritmo para isso, mas meu corpo não respondia mais” – contou ele.

Queniano Abel Kirui comemora a vitória na Maratona

Queniano Abel Kirui comemora a vitória na Maratona

A resignação de Marílson tem explicação. Após a Maratona de NY do ano passado, o brasileiro sofreu um problema no calcanhar. Exames apontaram uma bursite, que o impediu de fazer uma preparação adequada para o Mundial. Ele disse que chegou a se sentir bem na época do Troféu Brasil, quando chegou a correr a prova. Mas as dores voltaram a incomodar. Marílson pretende descansar para concluir sua recuperação e provavelmente não correrá a Maratona de Nova York.

Já Adriano Bastos não se continha de tanta felicidade. “Até agora, não estou acreditando no tempo que fiz. Estava muito difícil. Muito quente, cheguei a sofrer muito com isso. Mas fiz uma corrida de recuperação. Enquanto os outros foram quebrando pelo caminho, eu mantive o meu ritmo” – disse Adriano.

Clique aqui para ver a tabela completa do resultado da Maratona do Mundial de Atletismo de Berlim 2009 com o tempo de todos os participantes.

Veja como ficou a classificação do Campeonato Mundial de Maratonas (World Marathon Majors) após os resultados de hoje na Maratona Masculina do Campeonato Mundial de Atletismo:

O 12º Campeonato Mundial de Atletismo encerra amanhã, 23 de agosto de 2009.