Run The Night volta a São Paulo

Depois de receber 5 mil atletas em 2013, Cidade Universitária será palco de mais uma corrida noturna de revezamento.

Pelo segundo ano consecutivo, os corredores terão a oportunidade de participar da Run The Night, a primeira corrida noturna de revezamento da América Latina. Na noite do dia 30 de agosto, às 19h, as ruas da Cidade Universitária, em São Paulo, serão tomadas pelos atletas que – assim como em 2013 – poderão encarar o desafio sozinho, nos 21 km, ou formar times com dois ou quatro amigos – que correm 10,5 km e 5,25 km, respectivamente.

Run The Night

No ano passado, 5 mil corredores aproveitaram, além da corrida, uma arena interativa e conectada, cheia de atrações, muita música, luzes e malabaristas encarregados do entretenimento. Painéis de neon e tinta glow completam a agitação do local.

São duas opções de kit:

  • Econômico (R$ 99 – individual; R$ 198 – dupla; R$ 396 – quarteto): Kit com Gym Sack e camiseta de manga curta (os concluintes também ganham medalhas).
  • Premium (R$ 129 – individual; R$ 258 – dupla; R$ 516, quarteto): Kit com Gym sack, camiseta de manga curta e outra de manga longa (os concluíntes também ganham medalhas).

Com a temperatura mais amena à noite, a Run The Night é uma boa oportunidade para estrear ou baixar o tempo na meia-maratona. Além disso, nada melhor que correr entre amigos e, claro, quebrar suas marcas nos 5 e 10 km.

Outro benefício da corrida noturna para quem gosta de dormir até mais tarde, pois não corre o risco de perder a hora.

Para garantir seu lugar – e de seus parceiros de corrida – na Run The Night, acesse o site www.runthenight.com.br. Você também encontra mais informações, imagens do kit e muito mais.

Série Delta – Etapa Itália 5K: Resultado

Amigos corredores, mais uma prova realizada com sucesso. Corremos os 5K da Etapa Itália da Série Delta no entorno do Museu do Ipiranga e do Parque da Independência, hoje aqui em São Paulo SP.

Serie Delta Italia 2014 Dani e Flavio

Deu tudo certinho, mais uma vez. Retirada do kit ocorreu sem problemas no final do sábado na loja Decathlon. Até que ficou bom ali porque sempre dá pra dar uma olhada nos equipamento esportivos.

Serie Delta Italia 2014 Logo

Chegamos na arena por volta das 7h10 e a largada foi as 7h30. A temperatura de 19C estava agradável para correr. Tudo tranquilo para retirada do kit, uso do guarda-volumes e largada. Os pelotões funcionaram bem, embora eu continue sugerindo dar pelo menos 1 ou 2 minutos entre um pelotão e outro. Seria bem melhor.

Serie Delta Italia 2014 Percurso

Em parte tudo ocorreu com tranquilidade porque creio que havia um número reduzido de corredores, pois tivemos três corridas no mesmo dia aqui em São Paulo!

Serie Delta Resumo

Minha esposa e fiel parceira de corridas dessa vez estava junto. O objetivo era corrermos juntos no pace dela. Fomos sem pensar muito no objetivo de tempo de prova, mas se fosse possível tentaríamos um recorde pessoal para ela. O melhor tempo da Dani nesse percurso era 28’12” na Etapa Rússia em novembro de 2013, já o melhor tempo dela em 5K foi na Track&Field JK em outubro de 2013, com 27’43”.

Serie Delta Italia 2014 Cronometragem

A largada foi tranquila sem atropelas e a famosa subidinha já faz o coração disparar logo de cara. FIzemos o Km 1 em 6’06”, um pouco mais lento por causa da subida e do tráfego mais pesado de corredores. Logo no primeiro quilômetro a Dani pisou num buraco e torceu o tornozelo. Decidiu continuar assim mesmo, mas o tornozelo ficou doendo toda a corrida, o que evitou um ritmo mais forte, também.

No Km 2 já apertamos um pouco o ritmo e fechamos em 5’34” e o Km 3 quase igual, com 5’38”. O Km 4 tem um longa descida que ajuda bastante a recuperar o fôlego e diminui o desgaste. Na minha opinião essa é a grande vantagem desse percurso. Sempre se pode usar essa parte de descida para acelerar ou para recuperar. Conseguimos fechar o Km 4 em 5’19”, o que nos colocou em posição de tentar um recorde pessoal da Dani no percurso.

Apertamos um pouco o ritmo no Km final e conseguimos fechar em 5’05” terminando a prova em 27’40” no tempo oficial. Reduzimos em 32 segundos o tempo dela nesse percurso e conseguimos reduzir 3 segundos no recorde pessoal de 5K.

Tempo Líquido: 27:40
Número de Peito: 276
Ritmo: 05:32 min/km

Como sempre, para obter as fotos das provas acesse um dos sites abaixo:

Minha próxima corrida será no Circuito das Estações – Etapa Inverno  em 1 de junho lá no Pacaembu. Até lá!

 

Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama 2013 5K: Resultado

Amigos Corredores,

Este domingo participei de mais uma corridinha de 5K. Dessa vez foi a Corrida Contra o Câncer de Mama, organizado pela Yescom. O percurso foi nos arredores do Parque Ibirapuera aqui em São Paulo e a arena foi montada no pátio da Assembléia Legislativa.

 

Dessa vez minha fiel companheira, minha esposa Dani, não me acompanhou. Na época da inscrição ela estava sentindo algumas dores no joelho e achou melhor poupar o esforço.

Corrida Contra o Cancer 2013 - Medalha

Corrida Contra o Cancer 2013 – Medalha

Particularmente, estou numa fase muito boa dos treinos. Consegui perder peso. De janeiro/13 para agora perdi 10 Kg. Além disso, tenho feito musculação regularmente (3x/semana) e treinos de corrida no mínimo três por semana também, além de treinos de spinning e outros esportes. Além disso, entrei numa competição com alguns amigos de quem consegue fazer a maior quilometragem no mês de agosto, usando o NikeRun (app da Nike) para registrar. Até o momento já fiz mais de 150 Km, o que é bem acima do que estava acostumado.

Com isso tudo o momento era perfeito para tentar um recorde pessoal nos 5K. Apesar de estar focado em volume de Km nesse mês, tenho treinado bastante velocidade e minha grande meta do momento é terminar 5K em tempo menor que 25 minutos (sub-25), o que para mim é muito muito rápido.

Corrida Contra o Cancer 2013 - Largada

Corrida Contra o Cancer 2013 – Largada

Fiz a retirada do kit no sábado no Hospital do Câncer, lá na Radial Leste. Bem longe para mim, mas correu tudo bem. Como sugestão sugiro fazer a entrega dos kits em mais dias, e não somente no sábado, o que dá mais tumulto. O kit era espartano, quase nenhum brinde, mas justificado pelo valor bem menor da inscrição do que se comparada as outras corridas em SP. Um detalhe importante é que a Yescom está usando os chips descartáveis. Você usa e não precisa devolver. Com isso, o chip vem junto no kit e não há necessidade daquela correria pra retirar o chip antes da largada. Muito bom.

Corrida Contra o Cancer 2013 - Tempo

Corrida Contra o Cancer 2013 – Tempo

Deixei tudo arrumadinho no dia anterior, dormi o mais cedo possível, e acordei a tempo de me alimentar e chegar com calma na arena. A organização estava bem estruturada e tudo funcionou direitinho. Fui direto pra largada e consegui ficar bem na frente, a poucos metros do portal da largada.

Corrida Contra o Cancer 2013 - Cronometragem

Corrida Contra o Cancer 2013 – Cronometragem

Tocou a corneta da largada e disparei. Poucos segundos depois já passei o portal e disparei o cronômetro. Dessa vez não queria perder o controle do tempo. Configurei o “virtual partner” do meu Garmin para um pace de 5’00″/Km.

Poucos metros depois estava muito ofegante. Percebi que me animei com a largada e acelerei demais. Olhando agora os dados do Garmim dá pra ver que com dois minutos de prova eu já estava a 90% da frequência máxima. Esse começo acelerado iria certamente me atrapalhar no fim.

Corrida Contra o Cancer 2013 - Percurso

Corrida Contra o Cancer 2013 – Percurso

Fechei o primeiro Km com 4’52” e, portanto, dentro da minha meta. O problema é que estava cansado na parte cardio-respiratória. Reduzi um pouco e fiz o Km 2 em 4’57”, ainda na meta. Agora já tinha 11 segundos sobrando. Comecei a ver que talvez fosse possível fechar em 25 minutos.

O Km 3 foi justamente na passagem em frente ao lago do Ibirapuera e em frente ao ponto de chegada, sensação que nunca é muito agradável pois você eprcebe que está se afastando da chegada ao invés de se aproximar. O cansaço estava forte e naturalmente acabei reduzindo a velocidade para me preservar. Fechei o Km 3 em 5’19”. A situação tinha mudado. Agora já estava atrás da meta. O jeito era recuperar no último quilômetro. Questionei forte se ia conseguir ou não…

Corrida Contra o Cancer 2013 - Frequencia e Ritmo

Corrida Contra o Cancer 2013 – Frequencia e Ritmo

O Km 4 foi dureza porque já estava na parte do percurso que vai em direção a Av. 23 de Maio e a sensação é que o retorno não chegava nunca. Continuava cansado e tentando dar o máximo. A frequência cardíaca estava em 98%. Finalmente o retorno chegou e fechei o Km 4 em 5’24”. A situação tinha mudado. Agora já estava atrás da meta. O jeito era recuperar no último quilômetro.

Acelerei o que pude. A sensação de começar a ver que estava perto e que era só aguentar mais um pouco tomou conta de mim. Forcei e fiz o último Km em 4’36” recuperando parte do prejuízo mas infelizmente concluindo acima dos 25 minutos. Mas foram apenas 10 segundos. Fechei em 25’10” no meu cronômetro (ainda não sei o tempo oficial), mas foi um avanço fantástico. Consegui reduzir mais de 1’30” o meu melhor tempo de 5K e isso em apenas 2 meses. Fiquei muito feliz e com a sensação ótima de que atingi um grande resultado. Valeu muito a pena ter participado da corrida.

Peguei a medalha e água, tirei algumas fotos e sai rapidamente da arena. Não tinha nada além de água e um lanche bem inapropriado (bolo de mel e torrone). Pessoal, uma frutinha vem bem, né?

Se você participou da corrida e está procurando suas fotos veja também estes sites :

Série Delta 2013 – Etapa Japão 5K: Resultado

Mais um post atrasado. Mas aí vai. A Etapa Japão da Série Delta ocorreu nos arredores do Museu do Ipiranga no dia 11 de agosto de 2013.

Medalha Série Delta 2013 - Japão

Medalha Série Delta 2013 – Japão

A temperatura estava bem baixa. Perto dos 12˚C. Chegamos no horário certo na arena e a retirada do chip e uso do guarda-volumes ocorreu sem problemas.

Série Delta 2013 Etapa Japão - Percurso

Série Delta 2013 Etapa Japão – Percurso

 

A Dani foi junto comigo. Estávamos animados para conseguir bater o recorde pessoal dela, que era exatamente nesse circuito. Apesar da variação de altitude nesse circuito de 5K da Série Delta conseguimos nas ultimas edições melhorar o tempo dela significativamente. A evolução da Dani nas provas de 5K é evidente. Os treinos de corrida, musculação e outras variações como spinning estavam dando resultado. A prova disso está nos tempos:

mar/12 – Walmart 5.2K: 39:54
abr/12 – Delta Inglaterra 5K: 36:40
jul/13 – Estações Inverno 5K: 33:44
dez/12 – Estações Verão 5K: 33:08
mar/13 – Estações Outono 5K: 32:44
mar/13 – Night Run 5K: 31:22
abr/13 – Delta India 5K: 30:40
jun/13 – Estações Inverno 5K: 31:03

Nosso grande objetivo agora era fazer uma prova de 5K com tempo sub-30 minutos. E nos planejamos para fazer isso na Série Delta Etapa Japão.

Série Delta 2013 Etapa Japão - Elevação e Frequencia

Série Delta 2013 Etapa Japão – Elevação e Frequencia

A parte complicada é que os percursos ali naquela região são cheios de  subidas e descidas e o asfalto das ruas está em péssimas condições com muitos buracos perigosos que podem causar lesões.

Dani e eu na Série Delta 2013 Etapa Japão

Dani e eu na Série Delta 2013 Etapa Japão

Conseguimos nos posicionar bem na frente na largada para evitar o tráfego excessivo no começo da prova. Largamos as 7h00 e já encaramos a subida da Av. Nazaré. Essa parte é bem complicada. Você está recém começando a prova e já fica sem fôlego. Com o frio parece que deu uma condensação nas narinas e ambos ficamos com dificuldade para respirar. Bem desagradável.

Série Delta 2013 Etapa Japão - Cronometragem

Série Delta 2013 Etapa Japão – Cronometragem

Concluímos o primeiro quilômetro em 6’08”. Péssimo tempo para tentar fechar em sub-30. Teríamos que recuperar os 8 segundos extras nos próximos quilômetros. Aceleramos e fechamos o Km 2 em 5’44”. Agora já estávamos no lucro. Altos e baixos no entorno do Museu do Ipiranga e fechamos o Km 3 em 5’49”. Fiquei animado. Fui orientando a Dani de que estávamos bem, mas ela estava no limite e não conseguia nem conversar direito. Fiquei quieto e fui conduzindo o ritmo para que concluíssemos com recorde pessoal pra ela.

Dani na Série Delta 2013 Etapa Japão

Dani na Série Delta 2013 Etapa Japão

O Km 4 tinha descidas e aceleramos para fechar em 5’29”. Agora já tínhamos 50″ na frente do tempo alvo. Era quase certo que conseguiríamos. Avisei que estava bom e fomos concentrados para a chegada em subida. O Km 5 foi em 5’08” finalizando a prova em 28’20” reduzindo o melhor tempo da Dani em 2 minutos e 20 segundos. Excelente! Ficamos super felizes e realizados.

Eu na Etapa Japão Série Delta 2013

Eu na Etapa Japão Série Delta 2013

A chegada correu sem nenhum problema. Recebemos a medalha, gatorade, toalha e frutas. Tudo certinho.

ficamos curtindo o ambiente histórico do palácio e dos monumentos ali por um tempinho.

Se você participou da corrida e está procurando suas fotos veja também estes sites :

Meia de Sampa 2012 10K: Resultado

Amigos Corredores,

Acabo de concluir, com sucesso, mais uma prova. Completei a pouco os 10K da Meia de Sampa 2012, prova que foi realizada nas imediações do Jockey Club de São Paulo. Fiz o percurso em 1h04m45s, tempo ainda não oficial.

Meia de Sampa 2012 Medalha

Meia de Sampa 2012 Medalha

Antes de mais nada gostaria de agradecer a Nextel, principal patrocinador da corrida, e a Riot por terem me convidado para participar dessa corrida e por terem oferecido aos leitores do PodCorrer três inscrições grátis para a corrida. Obrigado, mesmo! Foi muito legal participar.

O único ponto negativo do dia foi que minha fiel companheira e pupila de corridas, minha esposa, não pode me acompanhar nessa prova. Estava tudo organizado para irmos juntos, mas a nossa babá deu o cano e ficamos na mão. Senti muito sua falta, my love. Na próxima estaremos juntos!

Foi difícil sair da cama. Acordei as 5h30 (ainda noite) e cheguei na arena no Jockey lá pelas 6h20. O frio estava forte. A temperatura estava 11C, mas o dia estava lindo para correr. É bem como eu gosto. Frio e sol. Quando sai de casa e peguei minha scooter e olhei para o céu tive a grata surpresa de ver uma belíssima lua minguante em conjunção com Júpiter e Vênus. Estava lindo. Tirei uma foto com meu celular, mas certamente não chega perto da beleza que estava ao vivo.

Meia de Sampa 2012 - Lua Venus e Jupiter

Meia de Sampa 2012 – Lua Venus e Jupiter

Logo que cheguei já encontrei o Alberto e o Thyago. Os dois já foram colaboradores aqui do blog e já treinei com eles muito tempo. Fazia muito tempo que não nos víamos e o papo foi muito bom. O Thyagão foi companheiro de várias corridas relatadas aqui no PodCorrer.

Meia de Sampa 2012 - Thyago, Alberto e eu

Meia de Sampa 2012 – Thyago, Alberto e eu

Minha primeira meta para a prova era completar sem lesões e sem problemas os 10K. Já seria um bom resultado, visto que não fazia uma prova de 10K há 16 meses. Minha última havia sido a Track & Field do Villa Lobos em março de 2011. A meta secundária era saber se meu condicionamento me permitiria fazer abaixo de 1h de prova e se possível o mais perto dos 55min, meu recorde pessoal para essa distância.

Meia de Sampa 2012

Meia de Sampa 2012

Larguei junto com o Thyagão que faria os 10K também. Acertei o pacer para 5’30″/Km para ter a referência do meu recorde e fomos embora. No primeiro Km fizemos em 6’32”, a largada estava bem cheia e estava difícil manter o ritmo. No segundo quilômetro apertei um pouco e fechamos em 5’46”. Já havia saído do Jockey e já estava a caminho do túnel na Av. Lineu de Paula. Continuei apertando o passo, pois agora já havia mais espaço para manter um bom ritmo. Fechamos o Km 3 em 5’13”. Nessa hora já senti que não seria possível manter todo percurso com média de 5’30”. Afinal, tenho treinado distâncias menores de 10K e as últimas provas que fiz foram de 5K. Não tinha certeza de como estaria minha condição aeróbica e estava tendo todo cuidado para não ter uma lesão por ter corrido mais distância e com velocidade maior do que estou treinando.

Meia de Sampa 2012: Cheguei!

Meia de Sampa 2012: Cheguei!

Fizemos o retorno na Av. Afrânio Peixoto e começamos a voltar para o Jockey, com direito a outra passagem pelo túnel, ou seja mais uma descida e uma subidinha. Completamos o Km 4 em 5’46”. Agora estava certo de que não conseguiria manter esse ritmo. Minha frequência cardíaca estava em torno dos 192 bpm e aerobicamente estava cansado. Falei pro Thyagão que ele podia seguir em frente no ritmo dele e que eu teria que diminuir o passo para não quebrar antes dos 10K. Ele se distanciou rapidamente e eu comecei a segurar o ritmo e acompanhar a frequência cardíaca. Levei para uns 185 bpm e tentei manter assim.

A marca dos 5K se aproximava e ai tive um momento dificil. Ainda estava cansado e comecei a cogitar a possibilidade de fazer os 5,5K e não continuar os 10K. Pensei, quem sabe faço um bom tempo de 5K, talvez até um recorde pessoal. Mas criei coragem, pensei que não podia desistir do meu objetivo e peguei a faixa da direita, indicada para o pessoal que faria os 10K. O pessoal dos 5,5K pegou a esquerda e entrou no Jockey.

Meia de Sampa 2012 Arena

Meia de Sampa 2012 Arena

Segui pelo contorno do Jockey e fechei o Km 5 com 6’12”. Desacelerei mais ainda e fechei o Km 6 em 6’46”. No Km 7 entrei no Jockey e depois de algumas voltinhas cheguei na pista auxiliar de areia. Um detalhe bem chato dessa pista é que o piso é bem irregular devido aos buracos feitos pelos cascos dos cavalos que passam por ali. Correr na pista de areia é legal, mais macio. Mas estas irregularidades dão uma sensação bem desagradável.

Caramba, como é longa a pista do Jockey. Esses últimos três quilômetros demoraram para passar. Continuei diminuindo o passo para garantir que chegaria no fim. Terminei o Km 7 em 7’06” e o Km 8 em 7’22”. Nessa altura já estava claro que não conseguiria fazer o percurso em menos de 1 hora. Mas tudo bem, o importante agora era chegar. Finalmente, depois de outros 7’22” a placa do Km 9 chegou e agora já estávamos em direção ao portal de chegada. Agora só faltava um quilômetro. Estava garantido que chegaria. Esbocei uma reação e apertei o passo com o restinho de energia que tinha. Fiz o Km 10 em 6’10” fechando a prova em 1h04m45s. Ufa! Completei. Finalmente estou fazendo 10K de novo. A sensação é fantástica.

Meia de Sampa 2012 - Trofeu

Meia de Sampa 2012 – Trofeu

A organização da prova estava exemplar. Nenhum dos problemas que presenciei no Circuito das Estações no começo do mês. Chegada tranquila, retirada da medalha, lanche e bebidas sem nenhum problema. Muita área para ficar depois, inclusive as arquibancadas do Jockey. Estava tudo muito agradável. Parabéns aos organizadores!

Se você correu a Meia de Sampa 2012  veja o seu resultado no site da corrida e procure suas fotos nos sites abaixo:

Até a próxima.

Vem ai: Meia de Sampa em 15/7 – PodCorrer Oferece Inscrição Grátis

No próximo domingo (15/7/12) ocurre aquí em São Paulo a Meia de Sampa. A corrida apresenta percursos em três distâncias: 5,5K, 10K e 21K oferecendo opções para corredores com diferentes graus de preparação.

A prova tem patrocínio da Nextel e organização da O2 por Minuto. Todos os percursos tem largada em frente ao Jockey Clube de São Paulo. A altimetria deve permitir uma prova rápida, pois a maior parte do percurso é plana e o clima deve estar bem agradável para correr, se não chover.

Para mais detalhes sobre essa corrida visite o site da Meia de Sampa.

A boa notícia é que pela primeira vez o PodCorrer está oferecendo uma inscrição grátis. A Nextel esta promovendo um concurso com alguns blogs e disponibilizou para nós uma inscrição grátis para os leitores do PodCorrer.

Estou bastante tentado a fazer a meia, mas com um pouco de receio pois faz quase três anos que não participo de uma prova com mais de 20K. A última que fiz foi a meia da Maratona do Rio em 2009. E tenho treinado distâncias bem menores nos últimos meses. Mas vamos ver, tenho até quarta-feira para decidir a distância. Se não fizer a de 21K, pelo menos a de 10K vou tentar.

Para ganhar essa inscrição é fácil. Através do seu Facebook faça um post fazendo link para qualquer artigo do PodCorrer e peça para seus amigos curtirem. Depois mande o endereço do seu Facebook para meu e-mail no fortes@podcorrer.com. Aquele que tiver o maior número de “curtir” até as 23:59 da terça-feira 11/07/12 leva a incrição grátis para participar da Meia de Sampa escolhendo qualquer um dos percursos.

Que tal? O PodCorrer vai dar esse presentão para vocês. Depois o ganhador pode também escrever um texto contando como foi a sua participação na Meia de Sampa que será publicado aqui no PodCorrer.

Bom, agora vá correndo para o Facebook e monte o seu post e chame seus amigos para curtir.

 

Série Delta São Paulo 2012 Etapa Inglaterra 5K: Resultado

Amigos Corredores,

Participei hoje da Etapa Inglaterra da Série Delta, correndo os 5K em 36m40s. Foi minha segunda corrida deste ano, depois de um ano sem participar de corridas. No mês passado corri a Abertura do Circuito Corpore – Corrida Farmácia Walmart. Farei um post sobre essa corrida a seguir.

Serie Delta 2012 Etapa 1 - Medalha

Serie Delta 2012 Etapa 1 - Medalha

Foi a primeira vez que participei de uma corrida da Série Delta. A prova estava muito bem organizada e me atraiu por ser realizada nas imediações do Museu do Ipiranga. Outro ponto legal foi o kit. Muito bonito e com produtos de qualidade. O tema “Inglaterra” deixou o kit bem colorido e atraente. A retirada do kit no sábado ocorreu tranquilamente.

Kit da Etapa Inglaterra - Série Delta 2012

Kit da Etapa Inglaterra - Série Delta 2012

Participar e completar essa prova foi uma conquista especial pois foi a segunda corrida que minha esposa fez comigo. A Dani estava sedentária por algum tempo e nunca havia corrido em corridas de rua. Alguns meses atrás ela começou a correr seguindo o treino que postei aqui no blog e em março já estava apta a correr os seus primeiros 5K. Vejam o relato da Corrida Farmácia Walmart para ver como foi a primeira corrida dela.

Chegamos na arena montada dentro do parque do Museu do Ipiranga lá pelas 7h40. A largada era as 8h00. Estava tudo tranquilo pois não estava superlotado. É possível que a garoa e o clima fresco tenha afastado alguns corredores. Além disso, a Mizuno 10 Milhas aconteceu nesse mesmo domingo, o que deve ter dividido o público aqui em São Paulo.

Serie Delta 2012 Etapa 1 - Largada

Serie Delta 2012 Etapa 1 - Largada

Pegamos os chips sem nenhuma dificuldade, deixamos as coisas no guarda-volumes e fomos para a largada. O desafio dessa corrida eram as subidinhas do percurso. A largada era em subida e a chegada também.

A largada ocorreu sem problemas. Ao contrário do que ocorre na Corrida dos Bombeiros 10K, a largada foi dentro do parque do Museu e corremos por dentro passando bem na frente do bonito prédio principal. Muito legal. Apesar do tempo feio e nublado, estava bem agradável de correr e a prova foi prazeirosa no percurso inteiro.

Nosso principal objetivo na corrida era completar a prova sem quebrar. A Dani vem sentindo dores no joelho nas últimas semanas e tem tido dificultade de correr. Então não dava pra exagerar. A idéia era ser apenas um pouco mais rápidos do que na Corrida Walmart. Naquela tínhamos feito uma mérida de 7’31″/Km. Assim, colocamos a meta de fazer em menos de 7’30″/Km.

Serie Delta 2012 Etapa 1 - Fortes e Dani

Serie Delta 2012 Etapa 1 - Fortes e Dani

Concluímos a prova em 36’40” fechando uma velocidade média de 7’15″/Km. Começamos devagar para aquecer e ver se o joelho não ia gritar. Gritou, mas a Dani continuou assim mesmo. Além disso, o começo era em subida. Fechamos o KM1 em 7’45”. Apertamos um pouco o ritmo no KM2 e fizemos em 7’24”. O KM3 tinha subidas de novo e fechamos em 7’34”. Faltavam apenas 2 Km e chequei com a Dani pra ver se dava pra apertar o passo. Ela estava com bastante dor. Fui acompanhando pelo meu cronômetro e estávamos bem, com apenas 12 segundos atrás do target. Dava pra tirar a diferença fácil. Então apertei só um pouco o passo e fechamos o KM4 e KM5 em 6’56″e 6’36” respectivamente, fechando a prova em ritmo crescente o que é muito bom.

Tempo Líquido: 00:36:40
Ritmo: 07:15 min/km

A prova foi um sucesso. Comemoramos e pegamos nossa medalha sem nenhum problema. Tudo correu muito tranquilo. Certamente vamos participar de outras provas da Série Delta. A próxima etapa será a Etapa China, em 12 de Agosto de 2012.

Continuamos seguindo nosso objetivo de longo prazo: completar a primeira prova de 10K da Dani em Julho/12 no Circuito das Estações. Vamos que vamos!

Se você participou da corrida e está procurando suas fotos  acesse um dos sites abaixo:

Obs.: como ainda não consegui recuperar a conexão do meu Garmin Forerunner com meu computador e ainda não estou com minha câmera fotográfica lamento que não tenho os dados de telemetria da prova e não tenho foto boas da medalha ainda. Assim que recuperar todo meu equipamento publico novas fotos.